Início > Carreira > Profissões em alta

Profissões em alta

Como eu havia comentado, mês passado eu produzi um caderno especial sobre profissões para o jornal Agora São Paulo, como você pode ver aqui: http://www.agora.uol.com.br/trabalho/ult10106u1128281.shtml.

Como já passou um tempo, resolvi publicar os textos que foram para as páginas do jornal no já longínquo 30 de julho.

Abaixo segue o primeiro e principal texto do especial, que trata sobre as profissões em crescimento, tanto de demanda quanto de procura. Tem também um texto menor – que no jornal a gente chama de sub – com uma personagem que investiu em uma das profissões novas e em destaque.

Nos próximos dias, eu publico o resto. Boa leitura.

PROFISSÕES EM ALTA

NOVAS CARREIRAS E ANTIGOS OFÍCIOS GARANTEM OPORTUNIDADES DE TRABALHO E SALÁRIOS

A proximidade da Copa-2014 e das Olimpíadas, os investimentos estatais em infra-estrutura e os empreendimentos imobiliários aquecem o mercado de trabalho e criam novas profissões.

“No último ano o curso de engenharia civil teve forte ascendência, além de arquitetura”, aponta Cristiane Alperstedt, diretora de Qualidade Acadêmica da Universidade Anhembi Morumbi. “Há muita dificuldade em encontrar bons engenheiros”, acrescenta o professor José de Oliveira Franco, do curso de Gestão de Recursos Humanos da Universidade Cidade de São Paulo.

Especialistas também destacam a área de tecnologia, com expansão para várias profissões, desde design digital, de games, mídias digitais. Turismo, gastronomia e serviços tem garantido intensa procura dos jovens.

Os cursos tecnológicos tem média de empregabilidade de 93%, segundo o professor Ângelo Cortelazzo, coordenador de Ensino Superior do Centro Paula Souza, responsável pela Fatec-SP (Faculdade de Tecnologia). “Em função do pré-sal, a área de soldagem de materiais está aquecida e com bons salários”, afirma.

Nas escolas técnicas, cursos como o de açúcar e álcool, garantem retorno profissional. “A área de química viveu forte expansão no Estado nos últimos anos. E agora com o ‘boom’ de infra-estrutura, o curso de edificações voltou a ter maior procura”, diz o professor Homero de Araújo, coordenador de Ensino Médio e Técnico do Centro Paula Souza.

Apesar da onda de novas profissões, consultores sugerem que a pessoa goste da carreira que deseja seguir. “A pessoa deve perceber uma vocação, um interesse legítimo pela área”, opina Marcia Hasche, da Valor Pessoal, consultoria em recursos humanos. (Rodrigo Herrero)

SUSTENTABILIDADE MOTIVA JOVEM A INGRESSAR EM NOVA CARREIRA

O meio ambiente tem aberto várias possibilidades para quem quer ingressar em uma profissão. É o caso da estudante de engenharia ambiental, Cecília de Oliveira Sampaio Garcia, 22, que está no último ano do curso na UNESP e já está empregada na área.

Mas ela confessa que não imaginava seguir a carreira antes do vestibular. “Eu estava perdida, não sabia o que escolher. Mas eu queria prestar o vestibular da UNESP para ver como era. Comecei a pesquisar sobre engenharia ambiental, vi que estava crescendo e decidi tentar. Hoje eu vejo que teria me dado mal se tivesse feito química, minha primeira opção. E o campo é vasto, a sustentabilidade é preocupação de muitas empresas hoje”, conta. (RH)

Anúncios
  1. 15/08/2012 às 12:24 PM

    Apesar de estarmos atravessar tempos cada vez mais controversos e difíceis, no que diz respeito à integração no mercado de trabalho, ainda existem cursos superiores que garantem uma taxa de empregabilidade acima da média. As engenharias e as àreas da arquitetura e design, são alguns exemplos disso.

    Curtir

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: