Archive

Archive for julho \30\UTC 2012

Caderno especial Profissões

No início do mês, eu produzi uma série de reportagens sobre o mercado de trabalho para um caderno especial do jornal Agora.

E eis que o especial saiu na edição impressa desta segunda-feira: http://www.agora.uol.com.br/trabalho/ult10106u1128281.shtml.

“Confira na edição impressa do Agora desta segunda-feira o “Especial Profissões”, que mostra quais carreiras estão em alta, onde conseguir ajuda para escolher uma profissão e o que o mercado de trabalho procura em um profissional”.

Sugiro que quem está afim de ir atrás de novas profissões ou ainda não decidiu qual carreira seguir, que vá até a banca e compre o Agora. : )

E a Olimpíada começou…

Olá. Desculpem pelo sumiço. Após o fim do frila no Blog Educação eu vivi momentos de calmaria e correria no trabalho. No meio disso, surgiu uma oportunidade para retornar aos chamados frilas no Agora São Paulo. No começo do mês eu fiz todo o conteúdo de um caderno especial chamado Profissões, que deverá ser publicado no próximo dia 30 – caso isso se confirme eu aviso. E, após uma semana de descanso-hiato, surgiu a oportunidade de voltar ao jornal para uma cobertura esportiva de fôlego.

Sim, estou tratando da Olimpíada de Londres, o maior evento esportivo do mundo, dos mais legais e dos que mais movimenta pessoas, imprensa, etc. E meus trabalhos no projeto começaram na última segunda-feira. Está bem bacana, aos poucos o processo está sendo organizado e com algumas novidades interessantes para serem preenchidas nas páginas do caderno Vencer do periódico. Assim que houver novidades, eu informo aqui.

O que posso dizer, por ora, é que minha primeira matéria está na edição desta quinta-feira do periódico. Para ver um trecho do texto, basta clicar no link a seguir. Trata-se de um relato do jogo de estreia da seleção feminina de futebol, uma partida tranquila, sem  sobressaltos e sem fazer esforço para golear, numa clara mostra do hiato entre algumas boas seleções… e o resto.

Seleção feminina goleia Camarões sem fazer esforço

Bem, por enquanto é isto. Assim que tiver mais alguma coisa para compartilhar com vocês, assim o farei. Até.

Incentivo à leitura

Olá pessoal. Indico mais uma reportagem da série que produzi para o Blog Educação www.blogeducacao.org.br, desta vez sobre ações que incentivem a leitura em uma cidade do Espírito Santo. Bem legais as iniciativas. Confiram!

Conceição da Barra (ES) mobiliza a comunidade para a 

DSC02472

importância da leitura

Incentivar a leitura e ampliar os horizontes do conhecimento para além da sala de aula e para todas as idades. É com esse objetivo que a cidade de Conceição da Barra, integrante do Parceria Votorantim pela Educação – PVE do litoral norte do Espírito Santo, está se mobilizando. A ideia é desenvolver projetos que despertem crianças, jovens e adultos para a riqueza contida nos livros, hoje um tanto quanto esquecida por conta de um mundo cada vez mais tecnológico, repleto de informações rápidas e pouco reflexivo.

Essa demanda pela leitura surgiu durante as reuniões do PVE em vários níveis. Os diretores de escola externaram a sua preocupação quanto ao desejo de incrementar a leitura, fato corroborado tanto pelos técnicos da Secretaria Municipal de Educação – SME da cidade quanto pelo grupo de mobilização externa. “Nossa cidade tem uma biblioteca municipal que tem ‘ficado de enfeite’. Diretores e secretaria comentaram,  e o público externo concordou, que as pessoas só querem saber de internet, computador e  games; não têm mais o prazer de ler um livro, da contação de histórias e não há interesse pela história da cidade. Vimos a necessidade de resgatar tudo isso”, afirma a mobilizadora Ane Teixeira Barbosa, da Fibria de Conceição da Barra.

Tal desejo veio ao encontro dos anseios do grupo de escoteiros da cidade, que, inclusive, já tinha uma ideia para tentar mudar esse quadro. “Sou um leitor inveterado e comecei a perceber as dificuldades com relação à leitura no município. As bibliotecas, por exemplo, são insuficientes, pois não atendem as necessidades e possuem horários limitados. Tivemos a ideia de criar uma feira do livro, mas achamos que não dava para começar já com uma feira. Então, pensamos em montar uma banca para a troca de livros usados”, conta Dalmar Alcoforado Lacerda, chefe do Grupo Escoteiro Foz do Cricaré.

A comunidade abraçou o projeto formulado pelos escoteiros, que agora estão buscando recursos para a concretização. Ao mesmo tempo, foi organizada pelo grupo de mobilização do PVE uma campanha de doação de livros para abastecer a futura banca. “Todo mundo que participa do grupo de mobilização externa está arrecadando livros. Aqui na empresa, os funcionários estão trazendo vários exemplares. No dia 15 de agosto, vamos fazer uma reunião na praça principal da cidade para levar os livros arrecadados e fazer uma seleção”, diz a mobilizadora Ane.

A expectativa é inaugurar a banca de livros no feriado nacional de sete de setembro, quando se comemora a Independência do Brasil, e depois circular  pela cidade, por praças, escolas e festas. “A ideia é você levar um livro seu e escolher outro por um valor simbólico de R$ 3 para renovar a leitura e a biblioteca da sua casa. Com o dinheiro arrecadado, queremos criar um fundo para comprar os uniformes de crianças carentes. Jovens escoteiros, entre 15 e 18 anos, serão os responsáveis pela banca, o que também é um ganho, porque eles vão ter que ler para orientar as pessoas, passando a enxergar o livro de uma forma diferente”, acredita Dalmar.

Ações em massa em prol da leitura

Em ação complementar, está sendo desenvolvida pelo poeta Salomão da Silva Pinto, mais conhecido como Sossó, uma oficina de dramaturgia com os jovens da Associação Esportiva Palmeirinhas, uma das entidades participantes do PVE. A partir desse trabalho será ensaiada uma peça para ser exibida no dia do lançamento da banca, como uma forma de atrair as pessoas ao evento. Segundo Sossó, o objetivo é levar essa e outras oficinas – dança de roda, poesia e leitura – para as escolas de Conceição da Barra, formando grupos interessados em participar do projeto.

Para isso se tornar possível, foi criado um questionário, aplicado aos alunos da escola, que está em fase de análise. “Nós queremos saber a opinião do aluno sobre a importância da leitura; se ele lê apenas por obrigação ou para adquirir conhecimento; que tipo de literatura gera interessa; se ele conhece a história da cidade e seus autores. Por fim, perguntamos a eles se há interesse em participar. A partir das respostas, vamos iniciar as oficinas, convidar pessoas mais antigas da cidade para falar, incentivar a história oral e os demais temas do projeto”, explica Sossó, que também é coordenador do Programa de Promoção de Leitura Plantando Leitores, da SME de Conceição da Barra. “Esse trabalho será muito importante para motivar os alunos a descobrirem o sabor da leitura”, completa.

Para aprimorar o trabalho, o grupo de mobilização visitou dois projetos apoiados pelo Instituto Votorantim, em regiões próximas à Conceição da Barra, que desenvolvem atividades culturais voltadas a crianças e jovens: o Araçá, em Pedro Canário, e o Centro Comunitário Franco Rossetti, em São Mateus. Um dos objetivos é travar, futuramente, um intercâmbio entre as oficinas de teatro e de literatura para a troca de experiências.

Outra ação que visa ampliar o interesse pela leitura, especialmente das crianças, é a criação de uma biblioteca itinerante que visitará as escolas que tiverem salas de leitura. Para abastecer a biblioteca, a prefeitura adquiriu recentemente um grande acervo de livros.A SME de Conceição da Barra também nutre a expectativa de realizar eventos nas escolas nos finais de semana, envolvendo as famílias e toda a comunidade do município.  “Temos tentado lançar um olhar mais amplo sobre esse despertar para a literatura dentro do nosso município. Sabemos que é por meio dessa dinâmica de motivar a criança a ler na idade certa, que vamos transpor várias questões, como a reprovação e o analfabetismo”, defende Sandra Ângela Rocha, gerente pedagógica da SME.

Colaborou Rodrigo Herrero / Blog Educação

%d blogueiros gostam disto: