Início > Notícias > Zona Leste no Cinema!

Zona Leste no Cinema!

Cinemateca Brasileira recebeu um grande público para a exibição do Face Leste (Foto: Theo Grahl)

Post escrito originalmente para o Blog da Bonita

A noite do dia 04 de maio vai ficar marcada para sempre na memória de toda a equipe da Bonita Produções e de todos os que participaram do projeto Face Leste. Ocorreu a primeira exibição em cinema do documentário na sala BNDES da Cinemateca Brasileira, situada na Vila Clementino, zona sul de São Paulo. A apresentação aconteceu dentro do “Programa Primeira Exibição”, voltado para novos diretores.

A qualidade da obra acabada salta aos olhos ao ver o vídeo em HD, com uma projeção que só uma sala de cinema pode oferecer. Estrutura fantástica. Só faltou a pipoca!

Além do próprio público da Cinemateca, prestigiaram o evento amigos, familiares, parceiros e personagens que contribuíram com seus depoimentos ao projeto. O Fran, morador de Itaquera e que participa do livro e do vídeo, não só esteve presente como levou mãe, tia, filho e mais algumas senhoras e crianças que participam do seu projeto social AEC Kauê Itaquerense. Francisco Folco, do Memorial da Penha, que falou sobre o bairro no livro e no vídeo também marcou presença com sua esposa.

Aqui vale também um agradecimento especial à Dona Therezinha Cecília da Silva Lira, da Cidade Tiradentes, além de familiares e amigos pela presença no evento, mesmo com todo o transtorno provocado pelo ônibus quebrado e a chegada tardia à Cinemateca. Lamentamos muito, Dona Therezinha, mas agradecemos de coração a intenção e em breve estaremos na Cidade Tiradentes exibindo o documentário para vocês.

Falando em exibição, no dia 12 de maio voltaremos à Zona Leste para apresentar o documentário e distribuir livros, desta vez, na Favela da Vila Prudente. A exibição no Memorial da Penha foi adiada, em data a ser confirmada, provavelmente para o dia 19 de maio. Mais informações, clique aqui.

Curiosidade

Você sabia que o local onde hoje está a Cinemateca Brasileira era o Matadouro Municipal de São Paulo? Construído entre 1883 e 1887, seus galpões abasteceram de carnes toda a capital paulista até 1927. Tendo tido diversos outros usos a partir de então, só em 1992 que o antigo matadouro passou a abrigar filmes, sendo hoje o maior acervo da América Latina.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: